PUBLICIDADE

Leggings aerodinâmicas que absorvem o suor. Pulôveres rosa-empoeirados que são tão bonitos quanto pensam em desempenho. Underlayers de suporte que são muito lisonjeiros para encobrir. Ah, e tudo isso é produzido a partir de materiais reciclados, como garrafas de plástico. Vendido.

É oficial: até a gigante do varejo H&M entrou no jogo da sustentabilidade. O objetivo central da empresa sueca? Para confiar apenas em materiais de origem responsável até 2030. E se as futuras coleções da empresa chegarem a um nível tão bom quanto sua nova linha de roupas de ginástica feitas conscientemente, há muito para se animar.

cottage in ivy

Então fizemos as malas e nos instalamos no Hotel Joaquin – um santuário à beira-mar na costa rochosa de Laguna Beach – por alguns dias restauradores de sol, areia e suor em comemoração ao lançamento.

Eis o que aprendemos: a meditação é melhor praticada em uma trilha sonora de ondas quebrando. Até pessoas más podem fazer yoga. E a sustentabilidade parece muito boa em um cão descendente.

H&M Bra
Top da H&M: US$18
H&M Leggings
Leggings da H&M: US$25